Completude

Completude.

 

Palavra bonita, não?

Pensei nela por acidente hoje escrevendo um texto e parei pra me perguntar quantas vezes já me senti assim, ou pelo o que já me senti assim. É realmente muito complicado você dizer: me sinto completo. A gente tem essa tendência de achar que nos falta algo, que não estamos satisfeitos com o que temos. Será que isso tudo vem da sensação que o marketing nos passa de quanto mais nós tivermos melhor? Será que um simples sorriso não nos ajuda nessa busca pela felicidade. Sim, porque se sentir completo é conseguir atingir um status de felicidade que beira a utopia. Tomara que possa ser menos que isso. Que essa sensação gostosa de estar no caminho certo e completo seja algo extraordinário, mas que não demore tanto para chegar.

E você, já se sentiu completo hoje?

 

“As coisas boas vem com o tempo. As melhores de repente.”

Publicado por

Gustavo Lacombe

Gustavo Lacombe, vinte e oito anos e uma vontade de escrever sendo lapidado todos os dias com muito suor e ideias. Tem a certeza de que será preciso quebrar muito a cabeça até conseguir chegar a algum lugar. Escreve por esporte, paixão e prazer - foi assim que fez seus quatro livros. Carioca da gema, acredita no amor bonito, ainda que o amor tenha diversas facetas não tão bonitas assim. Romântico, corredor de fim de tarde e feliz proprietário de um bom violão. É no blog, na página (fb.com/GustavoLacombeTextos) e no instagram (@glacombetextos) que, volta e meia, despeja o que lhe inspira, expira e vive. Ou queria ter vivido.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s