Se alguém o vir, me avise.

Se alguém o vir, me avise. Não é grande. Aliás, dizem que tem o tamanho de um punho fechado. Sei que está batendo porque sinto a pulsação de longe. A última vez que foi visto, encontrava-se alegre, sorridente. Temo que tenha feito alguma besteira. Tem mania de fazer qualquer coisa por impulso, principalmente se age motivado por uma paixão. Se alguém vir, por favor, me avise. Já foi tratado bem por algumas pessoas, mas agora resolveu se entregar – mesmo sendo avisado dos riscos. Talvez, pode ferir-se mortalmente. Talvez. Se alguém vir, me avise. Para maiores informações, pode ter sido levado por uma moça. Nem muito alta nem muito baixa. Nem magrela nem gorda. Nem de parar o trânsito nem de passar desapercebida. Poderia nem ser tudo isso, mas, pra ele, tem se tornado tudo isso. Se alguém vir meu coração por aí, por favor me avise. Diga a ele que eu também quero amar.

( Gustavo Lacombe )

Anúncios