Era só estudar

tumblr_lfuxfjR9dH1qdbhv8o1_500_large

Era só não perder a hora da escola e se preocupar em manter as notas dentro do que os pais achavam aceitável. Além disso? Bom, tinha que se tomar cuidado com os vícios que alguns amigos traziam à porta da curiosidade que toda juventude tem. Ah, era preciso, também, aprender a respeitar os mais velhos, ter responsabilidade com as próprias coisas, compromisso com tudo que se comprometia a fazer como cursos, aulas extras, etc.

Numa outra época, foi preciso deixar o quarto arrumado, não deixar os brinquedos no chão, não espalhá-los pela casa. Depois, foi preciso não fazer bagunça com mochila, tênis jogado pela sala. Era terminantemente proibido trazer alguém para casa sem avisar. Festinhas deviam ser controladas pelo horário em que se deveria baixar o volume do som. E sempre existiu uma dose de rebeldia, que em alguns momentos explodia.

Só que nada pagava acordar com o café pronto, roupa limpa na gaveta e um carinho na cabeça chamando “bom dia”.

Quando foi preciso tomar a primeira decisão mais séria, começava-se a achar que a vida estava perdendo a graça. Escolher tão novo o que se faria até uma longínqua aposentadoria era demais. Pressão para optar, pressão para ter resultados e, no fim (como se vê até hoje), sempre se descobria que há tempo e chance de errar – mas não muitas. Aliás, era de se esperar que se errasse bastante.

Tudo que eu disse, geralmente, vinha acompanhado de um esporro, uma havaiana voadora ou uma palestra interminável sobre como a vida não passa a mão na cabeça. Ela bate e pronto. E, sendo bem sincero, tudo que aconteceu e foi dito foi importante para construir a criança que cresceu e adquiriu os seus valores. Pensando bem, não era exatamente só estudar, mas, inegavelmente, eram dias diferentes, dias que não voltam.

Dias em que, depois que o sinal da escola batia, corria-se para casa e não se pensava em contas, compras e outras obrigações de gente grande.

Ser criança dá trabalho, mas crescer sendo um adulto infantil dá mais trabalho ainda. Não tenham pressa. Aproveitem enquanto passe de calcanhar no futebol da rua rende fama de craque e a única menina no colo é uma boneca.

(Gustavo Lacombe)

Anúncios

Um comentário sobre “Era só estudar

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s