tumblr_m2uohbQCLp1qc3grlo1_500

música sugerida para acompanhar o texto: Don’t Speak – No Doubt (http://www.youtube.com/watch?v=TR3Vdo5etCQ)

Não precisa se explicar ou se desculpar. Não precisa me dizer o motivo X, Y ou Z que te levam a fazer o que diz agora ser necessário. Não finja que tudo vai se acertar se você me disser por A + B que o resultado era inevitável. E certo. Isso aqui não é matemática com fórmulas e cálculos. Entretanto, possivelmente, a gente tinha outro tipo de fechamento para essa conta.

Não diga que você sabe o que estou pensando porque, no fundo, eu acabei ficando mais perdido ainda. Te conheço bem o suficiente para saber que já vinha remoendo isso na cabeça há um tempo para tomar essa atitude, mas não me diga exatamente quanto tempo pensou no fim. E, se é realmente o fim, não fala mais nada. Além de te perder, vou perder uma amizade. Dói.

Não consigo acreditar que, ainda assim, você tenta se explicar. Não preciso e nem quero saber de mais nada. Perdoa a confusão e se tropeço nas palavras. Se eu repetir alguma coisa ou engasgar, não ligue. E não aja como se importasse como eu vou ficar e se choro. Eu sei que você não liga pra nada disso.

Não me encare demais. É capaz de não querer prosseguir com isso e contrariar todas as explicações que guardou na manga só para mim. Não fala mais nada. Cala a boca. Já que eu não posso mais fazer isso com um beijo, que o meu pedido te dê a deixa para ir embora.

Sair em silêncio.

(Gustavo Lacombe)

Anúncios