Dois pra lá, dois pra cá

tumblr_m8pywibPSt1r7g64ro1_500

Lembro que uma das primeiras vezes que eu te vi foi num vídeo de uma apresentação de colégio ou escola de dança. Não sei ao certo onde, mas me parecia uma quadra, gente sentada em volta, reunida só pra ver aquelas duas pessoas colarem os corpos em meio ao círculo central de uma quadra de cimento com linhas gastas e ficarem boquiabertas.

Como eu fiquei assistindo ao vídeo.

A menina, você no caso, de blusa branca, saia e salto alto, parecia ter sido feita para ser conduzida. Reconheço todo o mérito do rapaz que te levava na dança. Não me pareceu das tarefas mais fáceis colocar as mãos na sua cintura e te fazer rodar. Há homens que tremeriam só de te ver parada em frente a eles. Que o diga pronta para ser levada com o calor colado no outro.

Enquanto a música rolava, num dedilhar lento de uma melodia menor, da cadeira em que assistia a gravação quis me teletransportar para aquele tempo. Hipnotizado pelos movimentos de pernas, braços e quadril, fui desejando que as mãos espalmadas nas costas, que volta e meia se mexiam em você, fossem minhas.

No meu delírio, torci para ser eu quem dançava contigo.

E na hora em que cessou a canção e se encerrou o vídeo, voltei do transe sem fala, mas apenas com a necessidade de te ter, um dia, em minhas mãos como acabei de ver. Só que não te largaria. E se tudo acabasse (a música, a festa, o dia, o ano, o mundo), eu ainda estaria ali em pé, rosto com rosto e sentindo tua respiração misturada ao gosto do suor que escorre de tanto viver o momento.

Dançaria contigo uma vida. Sem pressa, no nosso próprio “dois pra lá, dois pra cá” eterno.

(Gustavo Lacombe)

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s