Trinta e Poucos

tumblr_lw1unvIcPu1qexeeoo1_500_large

Meu nome é Fabiana, tenho 32 anos até meia-noite hoje.

Depois, mesmo que não oficialmente, já estarei adentrando o trigésimo quarto ano da minha vida, com outros trinta e três completos. Ah, dane-se a matemática. Se o mais importante é o espírito, tenho certeza de que andei rejuvenescendo nos últimos tempos. Até porque, aprendi, tudo depende da forma com que encaramos todas as situações que passamos na vida. E eu cansei de só reclamar da idade, da rotina e dos outros.

A primeira mudança que realizei em mim foi simples: não reclame, busque uma solução.

A maioria das brigas em que me meti foi por conta de não querer ouvir e sair com a última palavra. Mania idiota essa nossa de ser assim. Já perdi um namoro numa discussão em que não quis a humildade de admitir um erro. E acabei cometendo outro. É só quando algo que nos incomoda de verdade acontece que repensamos como agimos. Perder uma história tão bonita quanto a que eu tinha foi a gota d’água. Tive que mudar na marra.

Estou solteira, não tenho o emprego dos meus sonhos e muito menos o peso. Poderia listar aqui motivos para desejar desaparecer e só voltar casada com um príncipe, rica e dentro daquela calça 36 poderosa que eu deixo guardada no armário. Besteira. Sabe por quê? Porque eu não preciso de uma vida de comercial de margarina para ser feliz. Eu não. Vidas assim duram poucos segundos no comercial da televisão. A minha é à vera e real demais para eu perder tempo de olhos fechados.

Sonhos precisam de olhos abertos para serem vistos.

Tenho minhas metas para a próxima etapa, mas nenhuma delas é definitiva. Todas levarão a outras que, por sua vez, indicarão as seguintes. Queria dizer que não tenho medos, mas todos nós temos algum. Estou, principalmente, seguindo com os amigos, a família e a força que Deus me deu. Não vi nem metade do que quero ainda. Já vivi muita coisa, mas sinto que há muito mais. Todos os “parabéns” de amanhã serão importantes, mas eu já me digo isso todo dia quando me olho no espelho.

Parabéns, Fabiana, pela coragem de ser você.

(Gustavo Lacombe)

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s