tumblr_lyo7hdUEVv1qi98e1o1_500

Minha mãe sempre me dizia para tomar cuidado com os rapazes. O que ela nunca tinha me dito era que, no fundo, eles é que precisariam tomar mais cuidado ainda comigo.

Por isso a importância da saia plissada passada em cima da cama. Mamãe não contava que eu crescesse esses últimos três centímetros – que o médico disse – aos dezessete. Tarde para uma moça, ficava repetindo. Eu sei o porquê desse sentimento dentro dela, atacando com força. É que o azul marinho da saia agora não chegava mais perto do joelho, mas se aproximava do meio da coxa. São três centímetros só, eu ficava falando.

É como cortar o cabelo e ninguém reparar, mãe!

Não adiantava. Ela tinha cismado que era preciso comprar outras mais comportadas. Não!, dizia dentro de mim. Admito: aquilo seria meu trunfo. Já que Deus tinha me abençoado com um belo par de pernas, que elas tivessem livre acesso ao ar quente do Rio. Claro que um shortinho por baixo. Eu não sou uma das periguetes da turma B. Respeito é bom, combinado?

Entre outras coisas que a mamãe tinha me dito – e eu já tinha comprovado – era que a imaginação dos meninos era pior do que a realidade na cara deles. Então, nada como deixar que eles imaginassem o resto de mim. Um botão a mais aberto na camisa era suficiente. O tipo de blusa que usava por baixo também fazia diferença. Aliás, detalhes sempre fizeram e ainda fazem toda a diferença.

Nunca fiz pouco de outra menina. Assim como existem mais bonitas, tem as mais feias. Ninguém fala, mas é uma puta competição. E isso, sem dúvida, às vezes é uma grande merda. Agradeço todo dia por não precisar de tanta maquiagem pra me sentir bem, mas sempre tem aquela no colégio que acorda, nem toma café, e chega linda. Exemplo: a Mah Fraga.

Raiva.

Não quero o monopólio das atenções. Papai já faz isso muito bem e cresci com a convicção de que um cara dedicando até seu tempo longe pra mim é melhor que vários apenas me vendo passar. Agora, que é uma delícia se sentir valorizada, isso é. Saber que as cabeças estão tortas por sua causa. Que menina não gosta?

E aquela saia plissada passada em cima da cama era parte do jogo. Eu queria crescer só mais um centímetro. Só mais um.
Aí, ficava perfeito.

(Gustavo Lacombe)

Anúncios