Ninguém pede pra ser Traído

tumblr_ld9oi8mEEx1qeluoeo1_500_large

Ninguém pede para ser traído.

Ninguém assina um cheque em branco e diz: sacaneie-me. Pode ir lá, fazer o que quiser e depois voltar com cara de cão arrependido. Eu deixo. Existem os erros que todos cometem e, se não resolvidos ou reavaliados, acabam se transformando em mágoa e rancor.

A maioria nem mesmo são erros grotescos ou visíveis.

São pequenas rachaduras e infiltrações que vão comprometendo toda estrutura do casal. Alguns evoluem e decidem colocar tudo à baixo. Numa descabida proporção, ficam sedentos por vingança.

Agora… se vingar pra quê, do quê e por quê?

Quando se demonstra falta de interesse e vai se deixando de lado a quem antes se enchia a boca pra chamar de “meu amor”, a melhor opção do esquecido é a separação. Melhor que procurar outra cama, outros braços. Nenhum problema se resolve começando outro.

Melhor que dizer “você merecia coisa pior” é dizer “eu mereço coisa melhor” e sair de cabeça erguida.

(Gustavo Lacombe)

Publicado por

Gustavo Lacombe

Gustavo Lacombe, vinte e oito anos e uma vontade de escrever sendo lapidado todos os dias com muito suor e ideias. Tem a certeza de que será preciso quebrar muito a cabeça até conseguir chegar a algum lugar. Escreve por esporte, paixão e prazer - foi assim que fez seus quatro livros. Carioca da gema, acredita no amor bonito, ainda que o amor tenha diversas facetas não tão bonitas assim. Romântico, corredor de fim de tarde e feliz proprietário de um bom violão. É no blog, na página (fb.com/GustavoLacombeTextos) e no instagram (@glacombetextos) que, volta e meia, despeja o que lhe inspira, expira e vive. Ou queria ter vivido.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s