20131224-112318.jpg

O Natal é uma data cristã. Muitos dos seus amigos não o comemoram, mas já colocaram em seus calendários a celebração. Pode ser que na família deles nada aconteça, mas, certamente, alguns convites aparecem para ceias, almoços e outras festas que relembrem o fato de que todos estão trocando presentes.

Peraí. Tem algo errado aí.

Não conheço a Bíblia. Li muito pouco e não vou ficar falando sobre menino Jesus e Deus como se fosse algo do meu cotidiano (exclamar “ai meu Deus” não conta). Entretanto, sei que a data foi estabelecida como forma de celebrar o nascimento do filho do Senhor. Só que, mais do que um feriado apropriado pelo capitalismo para esquentar as vendas e enriquecer os patrões, é uma época de repensar a presença de valores, coisas e pessoas em nossas vidas.

Acredito não ser à tôa esta comemoração ser ao fim do ano. Se daqui a uma semana teremos a falsa ilusão de que uma nova chance nos é dada (falsa sim, porque todo dia deve ser encarado como uma nova chance), já no dia 25 é possível pesar e saber se tudo que foi feito valeu a pena. Mas não pense apenas nesse ano. Tem mais coisa pra trás. Você fez um planejamento há dois, três anos? Deu certo?

Um ano é pouco pra se realizar um sonho ou uma meta.

Se você não liga muito pra manjedoura e pra história dos Reis Magos (e, aceite, muita gente não liga mesmo), atente, ao menos, ao fato de dar valor a quem e o que te cerca. Jesus veio ao Mundo para salvar toda a humanidade. Sendo assim, que você consiga salvar as relações que construiu. Valorize o que tem. Sabe água? Sim, água. Na torneira. Muita gente não tem.

Pode acreditar, isso já é muito.

Ainda assim, condenar a troca de presentes é besteira. É preciso apenas atentar que os festejos natalinos são muito maiores que o cheiro do perfume ou como cairá a camisa comprada pro amigo oculto. Seja grato e não ligue pro valor do presente. Alguém, lá atrás, lhe deu uma vida. E se você não acha que foi Jesus, lembre da sua mãe. Ela lhe deu a vida.

E aí, como retribuir esse presente?

(Gustavo Lacombe)

http://www.facebook.com/GustavoLacombeTextos

Anúncios