Loucura Dele

tumblr_lqhzwzFsSI1qj8vezo1_500_large

Quando eu coloquei aparelho ele me disse que eu tinha ficado linda.

Idiota, né?, eu pensei. A boca toda arreganhada e doída por conta dos ferrinhos e ele vem debochar?! Mas, pra minha surpresa, ele não estava. Lembrei do primeiro dia em que ele me viu depois de um banho tomado e o cabelo “ao natural”. Ondulado que só, longe da escova que costumo fazer, ele soltou – outra vez – o “que linda”. Nossa, o que esse cara tinha?

Tinha amor. Tinha paixão. Tinha sentimentos e esperanças depositadas no que estávamos começando e hoje se consolidou. E, mesmo assim, tem vezes que eu duvido quando ele fala sobre mim só porque 1) eu sou desconfiada, 2) ele pode estar tentando só me agradar, 3) eu sei que não sou. Bom… Paciência! Cada louco com a sua loucura.

Ainda bem que eu sou a dele.

Um dia ele cortou a boca sem querer no aparelho. E riu. Não fez cara feia, não ficou chateado comigo e nem fez uma piadinha de “tira logo esse treco” (não nessa hora). Apenas olhou pra mim e mandou “agora faz um corte aí também e a gente faz nosso pacto de sangue”. Sério, de onde vinha aquele bom humor todo eu não sei.

O pior eram os dias em que eu estava pra baixo ou irritada e ele vinha com aquele sorriso lindo, o carisma de sempre e a disposição de me fazer mudar. Aguentava umas cinco patadas até me olhar e dizer “olha, o mundo não devolve coisas boas se ficarmos tratando quem amamos desse jeito”. Eu jogava uma almofada nele e me impressionava com a sua capacidade de fazer brotar um sorriso até nos dias mais cinzas.

Acho que dei sorte, sabia?

Algumas amigas já me perguntaram se ele tem algum primo, irmão ou até um amigo parecido. Não fisicamente, mas no jeito. Quando estou sozinha digo que ele não é nada de demais e elas que não convivem para conhecer os defeitos, mas no fundo fico feliz. Agora, quando me falam isso e ele está presente, eu me derreto.

Porque ele se antecipa e diz:
– Só um grande amor faz o homem ser homem para tratar uma mulher como ela realmente merece ser tratada.

Aí, faz uma pausa e responde, enquanto me olha:
– E ela é meu grande amor.

Cada louco com a sua loucura. E – ainda bem – que eu sou a dele.

(Gustavo Lacombe)

http://www.facebook.com/GustavoLacombeTextos

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s