tumblr_lf7ub1FKaY1qg3h5io1_500

Acordei no susto. Bati a mão do lado esquerdo da cama.

Ninguém.

O coração acelerado e a incerteza do que era realidade ou sonho se confundiam. “Cadê ela? Cadê ela?”. Não adiantaria procurar ali, nem pela casa. Ter apenas a convicção de que ela estava dentro de mim não bastava. Ao contrário, era o suficiente pra apertar ainda mais o peito e levantar num sobressalto, levar as mãos à cabeça e pensar:

– Puta que pariu, o que tô fazendo!?

Já tinha se passado algum tempo. Não quero ter a precisão dos dias, mas tempo o bastante para que pesadelos como aquele estivessem se concretizando. Busquei o telefone na agenda, nada. Procurei algum amigo, algum contato que fosse o seguro bastante para fazer uma ligação e ter informações. Ninguém me encheu os olhos.

Não consegui comer nada. “A ficha caiu”, diria minha avó. Sim, caiu. Foi necessário todo aquele tempo, mas, principalmente, aquela merda de pesadelo pra eu ter a real noção da besteira que estava fazendo. Sem ter para onde correr, voltei à cama e me sentei à espera de uma luz. Ou um milagre.

Até que lembrei. Lembrei que, perdido em um dos bilhetes que eu recebi na época do término, a mãe dela tinha anotado o próprio celular com a mensagem “se precisar de qualquer coisa, me liga”.

Era a única chance.

Dois toques e a voz conhecida da ex-sogra diz “alô”:

– Dona Maria, eu não tenho muito pra conversar e espero que a senhora esteja bem. Me perdoa o nervosismo e a grosseria por sair atropelando tudo desse jeito. É que hoje eu tive um pesadelo. Estava na platéia vendo uma moça se casar e só vi o rosto dela quando o noivo levantou o véu. E era a sua filha e não era eu no altar. E, quando eu tentei gritar qualquer coisa pra interromper aquilo tudo, um convidado ao meu lado disse que eu não tinha direito nenhum agora. Que enquanto eu podia fazer alguma coisa, eu não fiz. Acordei assustado e com o coração na boca…

– Filho, calma… Ainda bem que você ligou.

Ela trazia uma luz. Ou um milagre.

[continua…]

(Gustavo Lacombe)

http://www.facebook.com/GustavoLacombeTextos

Anúncios