tumblr_mtg5ifSUmB1qic157o1_500
Em alguns sonhos eu sou teu espelho.
 .
Acabo te dizendo algumas verdades que você julga inconvenientes. Não, nunca disse que era gorda nesses devaneios que tive – mesmo você falando pra quem quiser ouvir que precisa emagrecer. Eu apenas fico repetindo, olhando pras suas curvas, pros seus peitos e parando nos seus olhos: como você é gostosa. Quantas vezes te vi ficar vermelha, pegar uma blusa no chão e se esconder logo.
 .
Pra quê? Já te conheço inteira.
 .
Me atento, também, noutras curvas. Teu sorriso sempre tira o foco de qualquer outra coisa ao redor. E, saiba você, fui diversas dessas outras coisas nas minhas loucuras. Não é nessas horas que a imaginação é o limite? Não é nessas horas que eu posso escolher o que quero ser, como quero vir, o que quero deixar, o prazer que quero e me proponho a entregar? Não é nessas horas que posso ser qualquer coisa que te cerca?
 .
Confesso, já delirei o suficiente contigo para ser o batom e ficar o dia inteiro sentindo teu gosto. Fui perfume, grudado ao pescoço e deitado em teu colo, fixado na pele da qual não teimaria em sair. Fui um arrepio. E, mesmo percorrendo tuas costas rapidamente num dia frio, durei tempo suficiente pra você querer de novo. Inclusive, sonhei em ser chuva.
 .
E te tomei o corpo inteiro.
 .
Nesses desejos de ser muita coisa, acabo sempre acordando sendo apenas eu. Revejo um retrato, relembro algum fato e, me dou conta, preciso ser apenas isso mesmo. Um homem pra você. O homem. Que ainda anseia pelo gosto, pelo pescoço e pelo arrepio. Que ainda te acha tudo isso – e gostosa é pouco. Que ainda viaja no seu sorriso. Que sonha em ser muita coisa.
 .
Todas elas contigo.
 .
[ Gustavo Lacombe ]
 .
 .
@glacombetextos
Anúncios