O Nosso Guri

tumblr_lsp4sxOUFB1qdlsx3o1_500_large

Ele vai sair correndo do quarto e te acordar. Vai subir na nossa cama e te sacudir até que levante e faça o suco dele. Tão crescido, mas ainda tão dependente. Parecerá ter sido ontem que ainda falávamos do nosso filho como um sonho distante. E eu que dei o nome a ele. Você não concordou muito, mas no final até que gostou. Em pé na cozinha num sábado de manhã, sei que não pensará em trocar aquele afazer por mais cinco minutos de sono.

Nosso menino é quem estará puxando a barra do short do seu pijama e sorrindo enquanto esfrega os olhos. Aquela cena valerá tudo. Você irá se virar pra geladeira pra pegar queijo e presunto para fazer um sanduíche e refletirá, diante de chambinhos, chandelles, yakults e toddynhos, que toda a mudança foi muito rápida. Poderá ter levado uns bons sete anos, mas sempre parecerá que foram sete dias.

Voltará na sala para arrumar a mesa e se pegará olhando pra porta do quarto. Pensará que eu podia ter acordado também, mas meu sono (desde) sempre foi mais pesado que o seu. Ah, e o seu sanduíche é bem melhor que o meu. Nosso filho já terá descoberto isso e, por isso, te atacará nessas manhãs. E quando qualquer um de nós demorar a levantar, aí sim, ele lançará uma bomba atômica de pulos bem no meio da nossa cama.

Não haverá quem consiga dormir, né?

Depois de colocá-lo sentado pra tomar café, você se pegará olhando pros porta-retratos. Já te vejo refazendo a trajetória completa da nossa vida nas fotos que insistirão em denunciar que somos felizes. Engraçado, mas porta-retratos sempre soam como pedantes, portadores de uma felicidade que se perdeu no tempo e não voltará. Bobagem.

Essa felicidade estará sempre por aqui, encrostada nas paredes, misturada ao cheiro da roupa limpa e visível nos olhares, que levaremos daqui pro mundo. Da nossa casa para outros olhares. Nosso amor multiplicado. E é o jeito que ele vai te olhar enquanto come aquele sanduíche. É o jeito que ele vai se levantar depois e dizer “obrigado, mamãe”. É o jeito que realizaremos tudo isso que sonhamos e planejamos um dia.

Acontecendo bem diante dos nossos olhos desde o dia em que eu te disse “vem?” e você me disse “vou”.

[ Gustavo Lacombe ]

http://www.facebook.com/GustavoLacombeTextos
@glacombetextos

Anúncios

Um comentário sobre “O Nosso Guri

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s