Até quando você vai ficar dizendo que não sente mais nada? Até quando você vai ser capaz de olhar nos meus olhos e afirmar que seu coração está vazio, que eu não represento mais nada, que eu virei história? Você fica remoendo essa mesma ladainha, mas à noite a insônia te abraça e vocês dormem juntos. Me contaram que você tem perdido o sono. Não interessa quem te delatou, mas eu sei que você não conta essas coisas pra qualquer pessoa. Se ela chegou ao ponto de me contar, é porque acredita que a única saída é a gente se acertar. Mesmo indo contra tudo e todos, sei que se você olhar dentro desse buraco vai encontrar meu nome escrito nele. Eu estou aqui esperando você parar de mentir pra si mesma e voltar pra minha Vida. Estou de braços abertos e disposto a passar uma borracha em tudo que passou. Nós dois sofremos, nós dois tentamos ficar longe, nós dois estamos morrendo de saudade – falta só você admitir. Não vai adiantar apagar meu telefone, me deletar das redes sociais. A memória é mais forte e atormenta. Não vou fazer promessas nem juras porque eu tenho consciência do quanto errei. Olho pra trás e enxergo, pequena, todos os motivos que te fazem querer continuar com essa falsidade de dizer que não me ama. Entendo que você possa preferir arrancar de algum modo tudo isso que sente, mas essas noites em claro não foram capaz de te provar que não dá? Não sei quanto tempo você vai agüentar ficar agarrada à mentira, mas não vejo problema. Eu vou agüentar mais tempo ainda te esperando abrir os olhos e ver que o único jeito da gente ser feliz é ficando junto.

[ Gustavo Lacombe ]

Anúncios