Todo Esse Querer Guardado Em Mim

Confesso que às vezes fico viajando quando te escrevo “quero você”. Porque é algo meio egoísta querer para si alguém. É preciso saber dividir, sabe!? Você tem amigos, família e afazeres. Não pode me dar a atenção que eu desejaria ter. E acho que esse aprendizado é que torna interessante um relacionamento. Acho que medimos o quanto queremos alguém com o tanto que aguentamos ficar longe.

Parece meio maluco, mas acho que funciona. Por exemplo, todo esse querer guardado em mim bate de repente num dia em que estou trabalhando e, DO NADA, você aparece na minha cabeça. Como se um botãozinho ligasse em mim toda a saudade represada e, sem mais nem menos, quero pegar o carro e ir atrás de você.

Sinto a falta dos teus olhos quentes nos meus.

E sei que te quero me olhando com vergonha, sem conseguir me encarar e dizendo que estou te intimidando. Quero tua mão segurando a minha nuca e fazendo carinho no meu cabelo. Quero teu sorriso, um dos mais lindos que já vi, se abrindo ao me ver chegar pertinho e se preparar para o beijo. Quero todos esses beijos que te mando em pensamento.

Desculpa os exageros. Aprendi a ser assim com Cazuza e você sabe que tenho tendências megalomaníacas. Toda falta mata, todo carinho arrepia, todo dia é único, todo momento é ouro. E deve ser uma mania que peguei de me entregar e dizer o que tô sentindo sem me importar. Eu sinto e sei que você me faz sentir mais ainda.

Eu quero te roubar pra mim. Te guardar num potinho. Te proteger, cuidar de você, te guiar. Porém, também sei, meu bem, que todo esse zelo pode acabar fazendo mal. Tudo isso que trago em mim não pode, não deve e tentarei não deixar que se transforme em posse. Acho que nenhuma relação pode se tornar apenas um querendo aprisionar o outro.

Devemos ter a liberdade de querer ficar.

E, sem pestanejar, eu vou escolhendo ficar nos teus braços, ficar com o gosto do teu beijo na minha, com a sensação da tua mão percorrendo meu corpo, com o mundo inteiro de possibilidades de ser feliz ao teu lado, com tudo que tenho direito ao se tratar de nós dois. Todo esse querer guardado em mim é pra te dar.

Sem pensar duas vezes.

[ Gustavo Lacombe ]

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s