A dor de Amor a gente cura com outro Amor?

Eu fico imaginando com quem você usa aquela saia que eu te dei. Uma de listras que você tinha que quebrar a cabeça pra saber com qual blusa vestir e que eu ficava cobrando pra usar comigo. Ou, pior, aquela lingerie preta. Lingerie que tantas vezes já virou a minha cabeça. E eu sei que usa porque você me disse, numa outra conversa, que ela ainda cabia. “Ainda fica sensacional”, disse imitando as caras e bocas que eu fazia ao te ver vestindo ela.

Só ela.

Me pego imaginando as pessoas que te encontram por aí, pra quem você se dá e os domingos sozinha em que fica em casa. Claro que isso tudo é problema seu. Não quero me atrever a regular nada. Nunca pude e nem posso agora. Me encaixo, incrivelmente, nas lembranças misturadas ao presente e pareço começar a pintar uma miragem. Eu e você juntos. Só que em sonho.

Queria, sim, poder sair desse turbilhão de sensações, mas acho até natural quando cultivamos um carinho tão grande por alguém. Eu fico imaginando coisas e sei o quanto eu deveria cuidar de mim. Voar pra longe. Há quem tente me ajudar, tirar essa confusão de mim. Há quem diga que não vale a pena, mas eu sempre rebato dizendo que as maluquices são minhas e os devaneios não vão sumir num passe de mágica.

Get over it, uma outra amiga me diz – aproveitando minha fragilidade para me dar um selinho. Não, cara. Não é isso que eu quero. Não é pra trocar, não é pra substituir, não pra me distrair. Não funciona assim. Os erros vão continuar ecoando na minha cabeça junto com aquele último encontro. Se fosse apenas questão de colocar outra pessoa no lugar não existiria todo esse drama.

Eu sempre duvidei do “curar dor de Amor com outro Amor”.

Espero, de coração, que você esteja feliz. Ainda não consigo te encontrar sorrindo por aí, mas desejo que (longe de mim) você esteja bem. E eu vou me cuidar mais. Porque quando a gente enfim consegue entender que não faz mais parte da Vida do outro, a única coisa que resta a fazer é cuidar de si. E eu vou cuidar de mim.

[ Gustavo Lacombe ]

Quer ler mais textos como esse?
Para comprar meus livros, clique aqui:
http://www.bit.do/Lacombe

Anúncios

Um comentário sobre “A dor de Amor a gente cura com outro Amor?

  1. Grata !! Como disse Budha, tudo tem o seu momento para acontecer… nem antes nem depois. Li esse texto no dia, horário certo. Bjss Lacombe !! Boa tarde !!

    ________________________________

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s