Eu, Você e um Batom Escuro

Ela apareceu na porta do apartamento me perguntando de cara “você quer mesmo sair?”. Não queria. Queria pegar todo o combinado entre nós dois e pular pra parte em que a gente tirava a roupa, mas não queria ser tão direto assim. Ainda bem que ela foi. O batom escuro logo marcou a minha boca. Espremi o corpo dela na parede contra o meu, senti aquele perfume gostoso que até hoje lembro e esqueci completamente o que tínhamos planejado. Não, a vida não se resume só a sexo. Um encontro é muito mais que isso e, às vezes, uma boa conversa é essencial antes de partir pra cama. Mas a gente já estava li, os desejos esquentando mais que tudo e foi impossível desgrudar um do outro. Eu tirei a roupa dela como quem abre um presente. Deixei que ela tirasse a minha como quem anseia para que o outro descubra logo o que está debaixo de tudo. E sei que eu poderia descrever cenas, falar de como a gente se beijou, se chupou, se entregou. De como a gente fodeu gostoso e só foi parar quando a manhã apontava na janela. Eu poderia morar naquele corpo. Poderia fazer com que todas as minhas palavras passassem por aquela boca. E só minha saudade sabe o que é olhar pra um espelho que mostra o corpo inteiro e lembrar de nós dois fazendo caras, bocas e posições para admirar no reflexo. Algumas situações são fodas na vida, né? Eu, apaixonado desde o primeiro beijo, nem ao menos sei se vou ter outra chance de chegar perto dela de novo. Distância, timing e outras complicações nos impedem. Mas o que foi vivido fica com força. E se você me perguntasse se me arrependo de algo naquela época, diria que só me arrependo de não ter dado mais uma. Fodido mais. Aproveitado mais. Conversado mais. Esticado mais cada segundo em que estivemos juntos. Sem dormir. Só aproveitando os olhos nos olhos, as línguas no corpo (ou falando), aquele batom escuro que, além da boca, deixou marca no meu coração.

#aaaahLacombe
#pqpLacombe

Publicado por

Gustavo Lacombe

Gustavo Lacombe, trinta e um anos seguindo com uma vontade de escrever sendo lapidada todos os dias com muito suor e ideias. Tem a certeza de que será preciso quebrar muito a cabeça até conseguir chegar a algum lugar. Escreve por esporte, paixão e prazer - foi assim que fez seus quatro livros. Carioca da gema, acredita no amor bonito, ainda que o amor tenha diversas facetas não tão bonitas assim. Romântico, corredor de fim de tarde e feliz proprietário de um bom violão. É no blog, na página (fb.com/GustavoLacombeTextos) e no instagram (@glacombetextos) que, volta e meia, despeja o que lhe inspira, expira e vive. Ou queria ter vivido.

Um comentário sobre “Eu, Você e um Batom Escuro”

  1. Amo teu textos meus livros chegaram estou aqui devorando um á um obrigada pela atenção fico agradecida muito obrigada pela gentileza sua fã tete bjs 💋

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s