Falar de Sexo Tem que Ser Normal [+18]

Por que homem não sabe conversar abertamente sobre sexo com uma mulher sem ter a intenção de pegá-la?
Essa é uma pergunta que me faço até mesmo por experiência própria porque não adianta eu começar esse texto dizendo que isso nunca aconteceu comigo e pagar de desconstruído na parada. Mentira. Quantas vezes o assunto não descambou pra sacanagem e eu fiquei com aquele sentimento de “nossa, eu posso fazer tudo isso aí que ela tá falando – ou até melhor”.
Tem um quê de querer se auto-afirmar, isso é óbvio. Todo cara se julga bom de cama e até escrevi um texto falando sobre isso no meu terceiro livro. Eu duvido que algum cara bata no peito e diga “eu trepo mal”. Até porque sexo tem toda a questão do encaixe, da intimidade. Não é só ficar de pau duro e “mandar ver”. Isso aí é filme pornô e a vida real é bem diferente disso.
Tanto é que, na vida real, conversar sobre o tema é algo natural. Ou pelo menos deveria ser. E, aqui, vou pontuar outro problema nisso tudo: muito cara ouve uma garota falar sobre transa, experiências e afins supondo que ela está se oferecendo. Amiguinho, lembra daquela coisa de “ela só está sendo legal, não está te dando mole”? Pois é. Ela só tá falando sobre o assunto. Não é para praticar.
Podemos falar de maturidade também. Se o tema ainda é extremamente tabu na sociedade, se muitos caras começam a conversar e sentem um clima de constrangimento no ar, se a cultura do machismo ainda faz com que as mulheres se retraiam e exaltam a coisa do “cara de santinha, puta na cama”, se ainda tem cara que chama de piranha uma mulher solteira…
Diante desses vários “se”, não é de se admirar que ainda tenhamos caras extremamente infantis, que ainda enxergam mulheres como objetos, uma classe inferior que nem ao menos pode ter opinião. E é um absurdo ver que muitos ainda pensam assim. No Twitter, dia desses, um cara soltou “saudade do dia que mulher dava a boceta, não opinião”.
Foi demitido.
O que diria, então, pros caras? Ué, aprendam a ouvir sem “maldar”. Sem olhar pra mulher como a oferecida. Como um tópico qualquer que, claro, exige certa intimidade para ser tratado, mas acima de tudo exige respeito. Mulher que sabe como gosta, que expõe isso, que não porquê se esconder, é linda. É incrível. E, garanto, qualquer mulher tem suas próprias preferências. Só não falam devido a quantidade de babacas que estão soltos e soltando gracinhas ao ouvirem tudo isso.
Por que o cara pode dizer a melhor forma de chupá-lo e ela não pode chegar e falar sobre a mesma coisa também? Por que ela não pode falar de casos passados, de trepadas de uma noite, de loucuras feitas, de abordagens em geral sobre fetiches, utensílios, lugares, boquetes no cinema, nudes pelo celular… Vamos falar disso?
Um vídeo de sexo expõe a mulher. Ela fica como a PUTA que faz tudo. O cara é sempre o foda. Já tivemos caso de meninas que se mataram por conta de pornografia de vingança, quando o cara despeja conteúdo íntimo da ex para “se vingar”. Naiara Azevedo tem uma música que fala disso. “Tadinho, no papo é um leão, na cama um coelhinho/ E o print que espalhou”.
Pois é.
E já que a metralhadora tá ligada, acho válido fazer a reflexão que a Ruth Manus faz no livro dela “Um dia ainda vamos rir de tudo isso”: os homens de hoje não foram criados para as mulheres de hoje. Que lutam, que falam, que se impõem, se empoderam, discutem qualquer assunto, que não abaixam mais a cabeça (ainda bem). Estamos nós, homens, tentando entender o que fazer. Tomara que saibamos logo.
E sobre o “falar abertamente sobre sexo”, que logo entendamos que nada mais é que um aspecto da vida em que todos temos direito a ter uma opinião baseado no que lemos, vivemos ou ouvimos. Amadureçamos, homens. Sejamos melhores. Não só para as mulheres, mas para nós mesmos. Já não cabemos mais no pensamento atrasado de que mulher não deve falar de sexo “que é feio”, que ela é oferecida, etc.
É só sexo. Você não gosta? Ela também. Ponto.

(Gustavo Lacombe)

Quer me ler mais!? Compre meus livros aqui:

http://www.gustavolacombe.com.br/livros

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s