Sexo

Couple's feet

A versão original é em texto. Segue a versão em forma de poesia:

Não existe lugar certo para o sexo
Pode ser que comece e termine na cama
Ou então que a chama se espalhe e logo incendeie a casa
Quem costuma se queimar nessa brasa,
Às vezes topa fazer em qualquer recinto
No vestiário de um clube,
dentro do carro no estacionamento do shopping
ou no banheiro de um restaurante esquisito.
Fica-se onde pode
Só não fica na vontade

Muito menos precisa de hora marcada
Não é visita de médico, nem apontamento na agenda
Pode até ser esquematizado, ser arquitetado
Quem sabe por encomenda?
Mas o desejo vem de manhã, de tarde e de noite.
Vem no meio da madrugada,
vem quando ela está cansada ou – que pena
– assim que o outro bate em retirada.
Pode jogar fora o relógio, tem vezes que ele nem avisa.
Te pega e te acende do nada.

Há quem defenda que seja feito com amor.
Há quem não ligue pros gemidos altos
– contanto que sejam de prazer, não de dor.
Há quem diga que fortalece a amizade, outros que a estrague.
Há quem seja traumatizado, há quem pague caro.
Há quem ache que é pecado.
Há quem não fique sem, há quem conviva bem,
há quem sempre procure. E tem.
Há tantos tipos que poderia ser fácil afirmar: todos fazem.
Ou quase essa porcentagem.

Assim, todos os dias posições são feitas
e refeitas, inventadas e reinventadas.
Não precisa decorar o Kama Sutra.
Pode ser de lado, de frente, de costas, com direito a uma surra.
Assim, assado, virado para mim, virada para a lua.
Papai e mamãe, à três, de quatro, ou mais uma lista sem fim.
Imaginação é a chave (ou uma boa conversa, quem sabe).

Tem quem goste de motivo.
Reconciliação é clichê. Saudade e carência também.
Por que não admitir que se faz por fazer?
Sabe, uma boa trepada faz tão bem…
Vá lá, pode ser em comemoração.
Aniversário, boda, promoção no trabalho.
Só não se estipula dia certo.
A semana tem sete,
mas não é preciso ser sexta-feira para dar aquela bagunçada no coreto.

Aliás, essa coisa de nome é engraçada.
Tem gente que fala bubiça.
Tem gente que despista e diz qualquer outra coisa,
tipo “Mãe! Vou à missa!”.
Fazer amor, transar, foder, trepar.
Normal.
Negocinho, gostosinho, ousadia, dormir junto, sacanagem.
Tudo igual.
Muda o sotaque, muda o local, só não muda o conteúdo.
É sexo ao final de tudo.

É preciso conversar, falar disso.
É preciso encarar como um fato na vida,
não um problema ou um inimigo.
Aconselhando e mostrando os riscos,
fica fácil entender que protegido
é o melhor jeito de deixar tudo mais divertido.
Seja divino ou mundano, escancarado ou debaixo dos panos,
com ou sem amor, que nunca se perca o respeito pelo outro.
Assim fica bom do jeito que for.

[ Gustavo Lacombe ]

http://www.facebook.com/GustavoLacombeTextos

Florido

tumblr_mis23nhpvl1rkjqkco1_500_large

Acho que eu tirei a sorte grande
Quando te vi tão radiante
Explodindo em cor
Vestido azul florido, cabelo comprido
E os olhos castanhos mirando
Pro amor

Acho que o sorriso escapou do rosto
Deu a volta na sala inteira
E voltou com mais gosto
Os presentes viram, ouviram e eu,
Ainda tão logo respiro o perfume
Lembro a fração de segundo que aconteceu

Coração pulou, acalorou e conheceu
Outro nível de ser e bater por alguém
Muito além do normal
Nem perdi meu tempo tentando convencer
De ser algo diferente
Aceitei o meu golpe fatal

Daquele dia em diante, eu sabia
Ser mero detalhe o rumo da viagem
Porque já tinha a melhor companhia
Vestido azul preenchendo o espaço
Rumo ao amor nunca dantes navegado
Guiado pelo melhor de todos os abraços
O seu

[ Gustavo Lacombe ]

http://www.facebook.com/GustavoLacombeTextos
@glacombetextos

Quem Nunca?

292435_10151078791750519_1688324132_n

Quem Nunca – Gustavo Lacombe

Quem nunca ligou de madrugada
Para alguém que não valia nada?
Quem nunca se acomodou
Vivendo com a pessoa amada?

Quem nunca recebeu um beijo
E ficou com a cara envergonhada?
Quem nunca riu
De uma piada sem graça?

Quem nunca sentiu amor
Por alguém de cidade afastada?
Quem nunca brincou carnaval
Rezando pra que não chegasse quarta?

Quem nunca disse algo
E achou ser a hora errada?
Quem nunca rolou de rir
E riu até sair lágrima?

Quem nunca sonhou com o amor
E acordou numa cama abandonada?
Quem nunca deu um conselho
Que no fundo não acreditava?

Quem além de você mesmo
Vai te conhecer tão bem?
Quem é tão feliz sozinho
Que não precise amar alguém?

http://www.facebook.com/GustavoLacombeTextos

Anjo Tentador

Eu vejo seu sorriso de menina
E me fascina poder te chamar
Mulher, essa carinha esconde o jogo
Diga logo o que você quer

De mim eu tiro o ar pra colocar nos seu pulmões
Se tivesse usaria dois corações
E ter espaço pra caber o meu amor
Que em um só peito a saudade extrapolou

Jeitinho manso, recatado, é tão sincera
Mas me desmonta quando dança e me pega
Parece um anjo, mas pelo perigo que eu corro
Vou te batizar de meu anjo tentador

Quem dera, então, menina cumprisse uma sina
De todo dia te soprassem para mim
Batendo as asas e me abrindo os seus braços
Não quero outro se não esse fim

(Gustavo Lacombe)

#ela

http://www.facebook.com/GustavoLacombeTextos

Floresce o Amor

tumblr_m3tq0xPVmC1qikf1go1_400

Floresce o amor
No peito paciente
Tão certo do ardor
Que no encontro sente

Confirmado na linha curva
Do sorriso desabrochado
Renovando a força
Se já maltratado

Essência que oferece
A chance do sequestro
Tão voluntário

Libertando-se
Para se prender
Nos braços amados

(Gustavo Lacombe)
#ela

http://www.facebook.com/GustavoLacombeTextos

Não Facilitar Nem Ceder

tumblr_mq5lgz6Z9L1sacopho1_500

Não preciso que o mundo me entenda
Mas que você se esforce
Não sou tão fácil de ler, não canse
Sei que você é forte

Pretendo me fazer difícil
Até você achar que está ficando fácil
Depois, lembro de outros segredos
E renovo o seu medo de ficar de lado

Faço isso por charme,
Adoro esse jogo de conquista
Que pessoa não sente os olhares
E acaba ficando um tanto egoísta?

Meu bem, eu pretendo
Te prender nos meus dedos
Só não sei se é mais tarde, agora
Ou até mais cedo

Vai ver que nesse lance
De não facilitar nem ceder,
Meu coração não esperou
E já correu pra você

(Gustavo Lacombe)

😉

Como Cair em Si

Imagem

Eu mantive durante um tempo um álbum de filmes.
A ideia era simples. Assistia e depois fazia uma poesia sobre ele.
Alguns ficaram ruins – muito ruins. Outros se salvaram.

Esse poema “Como Cair em Si” foi um deles.

É inspirado no filme “Cidade dos Anjos”. Quem não viu, veja.
Espero que gostem.

 

Como Cair em Si 

Mal sabe que há muito tempo
Eu venho te guiando e tentando
Levar o seu medo embora
Confortar nessas horas 

Mal pode me ver mas te enxergo
Dentro dos seus olhos navego
Num mar de emoção perigoso
Demais para mim

Eu troco a eternidade pra poder tocar
A sua pele calmamente, poder respirar
O ar que te rodeia, estar
Na cama em que você se deitar

Eu fui caindo em mim e sei
Que tudo que eu mais quero é te abraçar
Poder sorrir contigo e descobrir
O que a vida tem pra me dar

Num momento de desespero
Poder segurar sua mão, te acalmar
Existe um outro plano, outro lugar
E ainda vamos nos encontrar por lá

Nesse meio tempo que é viver
Eu posso com certeza te dizer
Há um anjo entre nós, ouço a sua voz
Meu amor, anjo aqui é você

Eu troquei a eternidade pra poder tocar
A sua pele calmamente, poder respirar
O ar que te rodeia, estar
Na cama em que você se deitar

Eu caí em mim e sei
Que tudo que eu mais quero é te abraçar
Poder sorrir contigo e descobrir
O que a vida tem pra me dar

E se um dia você me faltar
Eu não vou me arrepender
Te ensinei a voar
E você me ensinou a viver

(Gustavo Lacombe)

 

E ele também está na Seleção.
Interessado? Escreve pra mim: lacombegus@gmail.com

Ficou em Mim Alguma Coisa Tua

Ficou em mim alguma coisa tua
Não sei se ruim, nem sei se boa
Sei que se ainda sorrio
Não pode ter sido à tôa

Ficou alguma coisa gravada, sim
Não sei memória, nem se déja vu
Sei que se ainda sonho
Falta uma parte aqui

Ficou, percebo na rua
Todos os rostos a olhar
E apontar minha direção

Ficou, me jogando a culpa
De ter levado alguma coisa tua
Talvez seu coração