Eu Queria Ter Forças Pra Ficar

Eu queria muito ter forças pra ficar. Queria conseguir te olhar nos olhos e dizer que ainda aceito tudo isso que você me dá. Ou o tanto que você oferece. Só que algo aqui dentro mudou. Eu te amo e não vai mudar em nada seguir sem te ver nos meus dias. Não vou conseguir te apagar da minha rotina e muito menos vou ter força para afastar as lembranças. O que eu não posso mais é continuar tentando me espremer pra caber no teu afeto.

Quero amar sem medida.

Sei que não existe certo ou errado. Adianta eu chegar aqui e jogar um monte de coisas na tua cara? Te magoar? Eu não me tornar seu inimigo. Pelo contrário, vou manter o desejo de ser bem mais que uma “amizade”, e não saberia te desejar algum mal. Posso até torcer para que você seja feliz de longe, com o sorriso que adoro sem cortar meu coração por ser para outra pessoa, mas nunca esperaria te ver mal por aí.

Talvez exista, sim, uma vontade de que você sinta saudade e que a minha falta te corte de vez em quando. Que o teto te pegue mirando pra ele e se perguntando quando que alguma notícia minha aparecerá na sua timeline. Que o consolo só venha com uma bebida e, também, que você não seja idiota suficiente para achar que esquecer está atrelado a se perder por outros corpos e transar sem sentimento algum.

Por puro prazer culpado.

Se um dia, quem sabe, nos encontrarmos e tudo fluir para um querer recíproco e compatível, podemos tentar. Sei que aí dentro vai ficar um pedaço de mim e de todas as coisas boas que ficaram. A porta pela qual você não quis entrar não irá se fechar com raiva ou força, mas não posso prometer que continue aberta. De resto, apenas hoje aceito que meus convites não serão atendidos. Eu queria poder ficar esperando, mas não dá.

Meu coração é grande demais para se espremer em alguém.

[ Gustavo Lacombe ]

Aproveite meus livros com promoção aqui:
http://www.gustavolacombe.com.br/promocoes

Anúncios

Sim, Isso é um Adeus.

Estou seguindo a minha vida, como você mandou, mas preciso escrever isso tudo antes. Sim, isso é um adeus. Não vou colocar “até breves” muito menos tentar confirmar com “nunca mais”, mas a minha intenção é te transformar em passado e conseguir me deixar levar pelo rio da vida. Não posso mais continuar ancorado a você.

Ainda assim, antes de rumar a uma nova etapa, queria lavar toda a roupa suja com meu coração. Pode até ser que isso tudo aqui escrito seja problema estritamente meu, mas como você é parte envolvida, estou te adicionando a todo esse processo.

No fundo, eu queria poder falar de saudade da boa, de expectativa que dá frio na barriga e o sorriso que se abre só de pensar na gente. Mas não, não posso falar de nada disso porque isso pertence apenas ao que ficou no passado.

Falta apenas eu me convencer de que tudo acabou.

Veja bem, eu queria que fosse você. Nos meus sonhos mais malucos, era você quem acordava comigo na cama, quem me dava bom dia, quem mandava mensagem perguntando onde a gente iria jantar em plena quarta-feira. Era você nas viagens, nos porta-retratos, nas histórias da família.

Era você quem eu queria. Sempre quis. E fui deixando que todas essas divagações enraizassem em mim de tal forma que, agora, só vejo como única saída essa tentativa de te arrancar de vez.

Já fui traído várias vezes antes ao me decidir fazer isso. Traído por um coração teimoso em te ter aqui. Agora não. Tenho carta branca de tudo ao meu redor. Era pra ser você, mas você não quis ser.

Não te culpo, não me culpo. A gente precisa entender que nem tudo sai como o planejado e nem todo sonho se realiza. Não posso dizer que não deu em nada. Deu em amor. Deu em coisas lindas que vou levar pra sempre. Deu, inclusive, nesses sonhos que criei com base no que eu sentia.

E eu senti muito forte. Como um fogo que logo se espalha pela vegetação rasteira e incendeia o que encontra pelo caminho. Meu coração foi um ardor incrível, mas cansou de se queimar na brasa das cinzas que restaram. Estou seguindo minha vida, como a planta que nasce do solo renovado.

Ainda há esperança e, certamente, lá na frente eu serei bem mais feliz.

[ Gustavo Lacombe ]

http://www.facebook.com/GustavoLacombeTextos

@glacombetextos