Imagem

Amar Não Dói

Demora até que a gente entenda que amar não dói. Como poderia um sentimento tão bonito causar tamanho dano? Não me conformo quando ouço por aí que o gostar tem causado feridas, cortes e hematomas em almas e corações que se abriram. Não culpem o querer, o desejo, o Amor. Achem outras justificativas, mas livrem-se dessa.

Se você quiser argumentar que o foi só baixar a guarda que algo de ruim aconteceu, vou retrucar te mostrando que foi a decepção ao tentar se entregar que estragou o que havia de bonito. Foi o outro, na besteira feita, que quebrou a confiança e provocou o ferimento. Teu sentimento passa inocente por isso. Não pode ser acusado do delito.

Claro que existirão mil e outros motivos para as coisas não darem certo. Acredito que, quando nos jogamos, corremos uma série de riscos. Eles são inevitáveis e não adianta querer passar longe deles. Ainda assim, se abrir não é o erro. O outro brincar contigo é. A quebra de confiança é. O egoísmo também.

Amar não.

O resultado de uma decepção sempre é o medo de se ferir novamente. Cria-se, também, o medo de cultivar o sentimento mais uma vez. Entendo quando alguém, então, declara que fechará o coração e não vai querer se abrir durante um tempo. Porém, não adianta se enganar: o defeito não é amar, é desperdiçar o amor que é entregue.

[ Gustavo Lacombe ]

“O Amor é Para os Raros”, meu segundo livro, pode ser reservado aqui: http://bit.ly/AmorParaRaros

Imagem

Ele Não te Quer

1013872_637390392976875_124564704_n

Não, ele não te quer. Desencana. Não precisa esquecer tudo que vocês viveram juntos, mas se permita viver coisas novas com outras pessoas. Foi o recado que ele deixou no momento em que decidiu não te incluir mais nos planos dele. E, de verdade, quem vai dizer que não era um direito dele fazer isso? As pessoas, até onde eu sei, são livres.

Essa é a graça da coisa.

Tem gente que pode voar pra bem longe, mas resolve pousar e ficar pertinho. Tem quem reúna tudo aquilo que sempre se sonhou para fazer um ninho, mas se vai. Não lamente o tempo junto nem queira se arrepender de nada. Passou. Não tente cogitar o futuro, supor o presente ou diminuir o que foi feito. Apenas viva. Assuma as rédeas da sua história e vá procurar o melhor que você pode ser.

Se quiser, reclame que era ele quem fazia despertar a vontade de ser melhor. Pois, agora, ache em você mesma os motivos para ser assim. A verdade dói às vezes, né? Ele não te quer mal. Muito pelo contrário. Te quer bem, ainda que não suporte te ver bem com outra pessoa logo. Vai entender as pessoas… De qualquer forma, siga.

Repita para si mesma, todos os dias, que você merece alguém que queira todo o esforço que você fizer pra ficar junto. Entenda, também, que certas pessoas apenas passarão, mesmo que desejemos com todas as forças que elas fiquem. É muito fácil falar estando de fora, eu sei, mas tudo que te falo é querendo seu bem.

Amor, mesmo que permeado por dificuldades e dores, ainda tem que ser alegria e prazer.

[ Gustavo Lacombe ]
http://www.facebook.com/GustavoLacombeTextos

“O Amor é Para os Raros”, meu segundo livro, já está disponível para compra aqui bit.do/Lacombe